Blog da Marcinha

Ao postar emoções, medos, sensações e utopias aqui, através de fotos, pensamentos, crônicas, artigos e poesias, entrego a vocês um pedaço enorme do meu coração, por vezes ferido, outras alerta ou contente. Use com moderação!

27 julho, 2008

Homenagem à Avó que eu não tive

Vovó

Suave, quase sossegada,
ela repousa.
Não abre mão da sesta
e nem do café da tarde.
Carinhosa, quase apegada,
ela se divide.
O sinal franzido na testa
é um apito, um alarde.
A vovó de muitos netos
emoldurada pelas lembranças,
arrasta seus chinelos
à procura das crianças.


márcia fernanda peçanha martins

2 Comentários:

Blogger Lidcy Lobo disse...

Gostei de como definiu a si mesma. Entrei em seu blog após uma pesquisa que fiz intitulada "Homenagem à avó". Minha avó faleceu há sete dias e fui incumbida de escrever algo sobre ela por ter facilidade com as palavras. Isso é ilusão,todas as palavras fugiram e cá estou à procura de uma luz. Minha avó não fazia o estilo tradicional, parecia mais uma tia de tanta juventude e inquietação que ela tinha. Falo muito e hei de "falar" mais ainda se não "calar" os meus dedos. Um beijo e parabéns pelo blog.

Lidcy Lobo
lidcylobo01@yahoo.com.br

14 de outubro de 2008 15:04  
Blogger marcinha disse...

Lydcy
Recém que vi seu comentário porque andava afastada em função do XVI Congresso de Poesias em Bento. Acho maravilhoso este retorno que um blog nos permite. E fico imensamente feliz com a tua visita e que tenhas gostado. Volte sempre.
bjs

25 de outubro de 2008 15:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial