Blog da Marcinha

Ao postar emoções, medos, sensações e utopias aqui, através de fotos, pensamentos, crônicas, artigos e poesias, entrego a vocês um pedaço enorme do meu coração, por vezes ferido, outras alerta ou contente. Use com moderação!

27 julho, 2011

Nem sempre (*)



Nem sempre sou festa,
balões coloridos e língua de sogra.
Posso ser a que empesta,
a indigesta, a desonesta.

Não sou sempre paisagem,
arco íris e por do sol no horizonte.
Posso abusar da camuflagem,
fazer montagem e sabotagem.

Nem visto só felicidade,
sorrisos escancarados e abraços.
Às vezes, transo muita maldade,
e me tranco, abafo a liberdade.

Sou aquela que se rebela,
mas que também pode encantar.
Por ser a protagonista da novela,
a que espia na janela, a cinderela.


(*) márcia fernanda peçanha martins

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial